Direção é mais importante que velocidade

Para realizar seus objetivos nesse ano planeje seus passos. Quanto mais curto e firme, mais longe você vai chegar.

Por Anelize Moreira e Matheus Macêdo.

https://soundcloud.com/vida-veda/direcao-e-mais-importante-que-velocidade

Antes de falar sobre metas e como tirá-las do papel, no texto da semana passada “3 perguntas pra você realizar seus sonhos em 2020” (se você ainda não leu ou ouviu sugiro que faça isso, pois vale a pena) convidamos você a olhar para tudo que você viveu no ano e identificar o que é importante para você realizar em 2020.

A gente costuma gastar mais tempo pensando na lista de metas para o ano que se inicia, mas esquece de fazer um balanço do que aconteceu. O erro está aí. Sabe aquela frase “Se você não sabe pra onde ir, qualquer lugar serve”? Pois é, a gente até chega em algum lugar, mas não necessariamente é onde a gente queria, simplesmente porque não paramos um tempo para reavaliar, entender prioridades, desapegar de velhas crenças, deixando assim a mochila mais vazia, mais leve, com mais espaço e só a partir daí recalcular a rota e seguir em frente.

Onde você bota o seu foco é pra onde você vai. O carro que é a tua vida vai na direção onde você olha e foca. E assim que a sua energia vai sendo gasta no dia, na semana ou no ano. Se você foca só tragédias, em problemas e negatividade, como você acha que vai ser a sua vida? Não estamos falando em ignorar os problemas e nem de ter uma atitude Poliana, pois é essencial você entender as suas responsabilidades nos problemas, aceitar e fazer o possível para que a situação mude, mas sem esquecer: a tua vida vai na direção que você foca ela.

Se você coloca uma intenção no seu ano 2020 que você quer ser mais corajosa, quer ir além ou se você acreditar que você não pode, que aquilo não dá pra você, provavelmente é isso que vai acontecer. Se você acreditar que dá e que não dá, das duas maneiras você tá certa. Mas, a questão é que a gente prefere estar certo, sem se frustrar. Eu te digo é melhor se frustrar e tentar do que não fazer.

Por isso direção é mais importante que velocidade. O que adianta você dirigir rápido até algum lugar, mas ele não é o que você queria e imaginou passar as suas tão esperadas férias?

Então o mais importante é saber o que você quer focar no próximo ano. Depois de saber isso, como realizar?

Algumas dicas:

  • Escreva o balanço das suas realizações em 2019
  • Anote livremente ideias do que gostaria de realizar em 2020
  • Faça um pente fino, selecione e enumere quais são os objetivos prioritários
  • Faça metas trimestrais: qual o seu objetivo? Porque? O que vai ser feito em cada mês?
  • Reflita sobre cada objetivo, tão importante como concluir é aprender com a realização.

A nossa proposta aqui é que você transforme o que é importante de ser realizado em pequenas metas. A maioria de nós tem uma tendência a procrastinar metas complexas e grandes. Fazendo metas curtas você garante que tem que começar agora e com isso vai alcançar o que deseja.

Um planejamento anual a longo prazo faz com que você abandone ou se perca com tanto tempo no meio do caminho. Eu, Matheus, elaboro as metas em um caderninho. Toda vez que surge uma ideia anoto. A partir da lista, escolho o que eu quero realizar. Além disso, elaboro dez metas mais importantes do dia. Entre elas está: dançar; tocar um instrumento musical; desenvolver o Vida Veda; fazer movimento; estudar.

A vantagem das metas curtas é que a realização vai te dar estímulo para realizar outras. Portanto, a questão não é abandonar grandes projetos, mas pensar em como tornar ele viável. E um jeito que encontrei para realizar metas grandes foi dividi-las em metas pequenininhas.

A pessoa quer construir um prédio. O primeiro passo é a fundação em janeiro, e por enquanto não se preocupar com o que vai fazer em fevereiro. Mas o que acontece é que muitas vezes você não tem nem a base do prédio e já você está preocupado com a janela. Se você pensar, preciso de tijolo e cimento, mas e as portas, elevador, pias? Calma, você não tem nem o tijolo e o cimento porque já está se preocupando com o elevador?

Você não precisa excluir o planejamento, mas o ponto é que dividir em pequenas metas faz você enxergar o que é importante realizar em cada etapa do processo e vendo as coisas acontecerem te dará ânimo para finalizar. Essa é uma boa dica para pessoas que têm muitos objetivos, mas ficam perdidas às vezes e acabam não realizando nada. Isso dá um sentimento de frustração, porque elas não conseguem pegar metas amplas e dividir em micrometas.

Quantas vezes você já começou um ano com uma meta e logo no meio do ano teve aquela sensação de fracasso? E aí algumas pessoas acreditam que o melhor caminho é não fazer nada, porque assim evitam a frustração. Ou seja, nem começam algo que querem muito, pois acham que vão fracassar. Só que não fazer nada significa não estar realizado. Tentar e falhar, é melhor que nem tentar.

O fracasso é uma provocação positiva como quem diz: e aí vai continuar assim? O que pode fazer agora? Um pouco a cada dia? Na próxima vez você pode ser melhor. O importante é fazer o melhor que você pode com aquilo que você tem naquele momento. Mas tem gente que fracassa, senta no fracasso e se identifica com ele. Não faça isso. A atitude deve ser não consegui, mas vou persistir. Você não é o fracasso, só não atingiu 100%.

É sempre melhor tentar e falhar do que não tentar. Foi assim que pensei quando competi em 2019 no Ironman (modalidade de triathlon de longas distâncias) e não consegui concluir após um ano me preparando pra aquilo. É assim com tudo na vida.

Agora munido da sua lista de objetivos, das suas micrometas, comece. Se tropeçar, levante. O fracasso deve ser um trampolim para as suas conquistas. Recomece e siga em frente. Lembre-se você pode mais do que fez da última vez.

Quer mais ferramentas para te ajudar a partir pra ação? Se inscreva já, no ConVIDA, o Congresso Vida Veda de Medicina Integrativa, que vai acontecer de 20 a 26 de janeiro e ganhe seu planner exclusivo feito pela nossa equipe.

convida.vidaveda.org/inscricao

Related Articles

Responses

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *